10 julho 2014

Resenha do filme: A Culpa é das Estrelas

Sabe aquela sensação de sair do cinema meio desorientada, chorosa e sem rumo? Pois bem.
Hoje eu venho falar sobre o filme mais aguardado do ano ( vai me dizer que você nunca ouviu falar? ) A Culpa é das Estrelas!



Antes de tudo, deixa eu contar um pouco mais da história para vocês.
Hazel Grace Lancaster é uma paciente terminal de um certo tipo de câncer que a impossibilita de fazer algumas simples atividades como subir grandes escadas ou fazer simples esforços. Foi diagnosticada aos seus 13 anos e então a sua vida praticamente perde o total rumo e os seus conceitos são mudados. Agora aos16  vive a vida de maneira depressiva, encontrando único apego no livro "Uma Aflição Imperial" o qual considera uma obra completa a qual se identifica e se baseia. Ela é forçada pelos país a participar de um grupo de apoio cristão e é lá que ela conhece o seu verdadeiro e concreto ponto de apoio, Augustus Waters. Juntos, decidem viver objetivamente uma infinidade de números até onde se é possível.

Também temos a constante participação da mãe de Hazel, Sra. Lancaster e de um grande e fiel amigo do casal, Isaac. A coisa que eu mais gostei foi que todos os personagens tem suas metáforas e isso é uma parte reflexiva e super atrativa.














-(Se for retirar a imagem acima, favor nos avisar por comentários )  Um filme que comove nos primeiros dez minutos. Foi até engraçado de se ver todas as pessoas presentes no cinema transbordando de lágrimas.

Trilha sonora bem composta e presente. Para mim, a direção do filme, as cenas, o figurino, os personagens ( que foram classificado excelentemente em relação ao livro ) foram muito bem  trabalhados, porém, a única coisa que tem para ser totalmente desclassificado seria a dublagem brasileira ( a voz da protagonista parecia muito com a de Alex Russo da série televisiva "Os Feiticeiros de Waverly Place", aquela coisa chata e enjoada ), entretanto, Hazel narrando algumas cenas deu um toque único ao filme.

Além disso, ele é bem diferente devido a alguns desenhos de balões de mensagens de textos ( em que a Hazel recebe do Gus ) o que deixa tudo bem mais divertido e com uma pegada mais jovem, mais atual, moderna...


Foi bem fiel ao livro, atento a todos os detalhes. Realmente me surpreendeu, eu esperava bem menos. Não preciso nem dizer que me desidratei assistindo, sai da sala do cinema com a cara to inchada, morrendo de dor de cabeça, mas, foi uma experiência maravilhosa e eu me teletransportava a cada cena. Eu recomendo a todas as pessoas mais românticas e as que querem assistir alguma coisa mais doce e ao mesmo tempo em que te faça refletir. Com vários momentos "Ooooooonnnnwwww" e também momentos "O quê?". Garanto que vão gostar. Leve lencinhos! #ficadica

Acho que nem se eu ficasse escrevendo textos e textos descrevendo esse filme não chegariam aos pés do que ele é e do que eu achei. Vá esquecendo desse lance de modinha. Eu confesso que o que me desanimou a principio a assistir foi isso e também acho que um dos principais motivos pelo o qual eu me apaixonei foi justamente isso, não esperar grandes coisas.

Confira o trailer oficial:



 Não deixe de assistir, pode entrar ai no site do cinema da sua cidade e já adquirir seu ingresso porque daqui a pouco sai de cartaz, então corre!  Ah, não esquece de escrever aqui nos comentários o que você achou dessa resenha ( lembra que é a primeira que eu faço de filme então me ajuda dizendo no que eu posso melhorar ) e se você assistiu deixa aqui também o que achou, okay?

Um comentário:

  1. Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
    Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
    Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
    PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
    António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir